Posts Tagged ‘Horowitz

06
Set
11

Schumann por Horowitz

São herança camponesa, as mãos.

Estas pequenas mãos, de geração

em geração, vêm de muito longe:

amassaram a cal, abriram sulcos

frementes na terra negra, semearam

e colheram, ordenharam cabras,

pegaram em forquilhas para limpar

currais: de sol a sol nenhum

trabalho lhes foi alheio.

Agora são assim: frágeis, delicadas,

nascidas para dar corpo a sons

que, noutras épocas, outras mãos

se obstinaram em escrever como

se escrevessem a própria vida.

Ao vê-las, ninguém diria que

a terra corria no seu sangue.

São mãos envelhecidas, mas no teclado

são capazes do inacreditável: juntar

nos mesmos compassos o rumor

dos bosques em setembro e os risos

infantis a caminho do mar.

 

In: Os Sulcos da Sede (2001)




"Poupar o coração é permitir à morte coroar-se de alegria." Eugénio de Andrade
Setembro 2020
S T Q Q S S D
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
“Sobre Eugénio sobra-me em emoção e lágrimas o que escasseia em palavras. Não há claridade que te descreva, meu querido Eugénio. És o meu poeta de ontem e de sempre. Mantinha um desejo secreto de te conhecer um dia, passar uma tarde contigo de manta nas pernas a afagar os gatos que tanto amavas. Em silêncio, sim, pois sempre foi em silêncio que me disseste tudo ao longo destes anos todos em que devorei as tuas palavras. Tu não poupaste o coração e por isso viverás sempre. Não há morte que resista a isso.” Raquel Agra (13/06/2005)

Blog Stats

  • 173.817 hits